6 de jan de 2011

' One step at a time...

Há quem diga que a vida é como uma longa caminhada. Que grandes caminhos se percorrem começando por dar um pequeno passo. Que partimos de um princípio, e chegamos à felicidade, simbolizada pelo fim desse grande caminho.

Eu acho que a vida é uma caminhada que vai sempre dar ao mesmo. Não é em frente, como na proposta que referi acima, mas sim para os lados. Podemos dar um, dois, três passos, ou os que forem, para a esquerda ou para a direita. Mas voltamos sempre ao mesmo. Voltamos sempre àquele ponto inicial, que coincide com o final. Onde o nascimento se cruza com a morte... no fundo, acabamos sempre onde começámos. Dermos os passos nas direcções que dermos. Acabamos sempre onde começámos e tudo o que fica pelo meio, é só isso... tudo o que fica pelo meio. Nada mais, nada menos.

1 comentários:

Anônimo disse...

Bem dito Cláudia. Andamos todos para os lados e aos empurrões, and then we die. Mas já que estamos vivos, mais vale aproveitar a viagem e viver o máximo de momentos bons e felizes que conseguirmos... porque no final, é a recordação desses momentos que te lembram porque é que essa jornada efémera, cheia de passos atrapalhados que trilham caminhos tortuosos, valeu à pena.

V.